segunda-feira, 10 de junho de 2013

Fazendo a lista de convidados.

Olá meninas,

Bom esse assunto na minha opinião é o mais polêmico pois ficamos naquele dilema devemos convidar SIM ou NÃO?

A família de meu amado é muito GRANDE por demais e nem todos são tão próximos e sempre a aquela frase se convidou a "TIA BERENICE TEM QUE CONVIDAR A TIA JOSEFA" e assim a lista vai crescendo e o custo também.

Então iremos seguir essas regrinhas abaixo.

1. Convide quem é realmente importante para os noivos 
A melhor dica na hora de fazer a lista de convidados é lembrar das pessoas que participaram da vida dos noivos desde o início do relacionamento. Lembre-se que quanto menor o casamento, mais exclusivo – e melhor para todos, noivos e convidados. A regra sempre diz que devem ser convidados apenas as pessoas próximas, seja família ou amigos.
2. Nunca foi à sua casa? Não convide!
Isso vale inclusive para parentes. Se a pessoa nunca esteve na sua casa para uma visita, nem você na dela tomando um cafezinho, não precisa convidar. Não se sinta obrigado a fazer concessões apenas por uma questão social ou profissional.
3. Preste atenção aos orçamentos
A matemática sempre ajuda a ser prático na hora de diminuir a lista. Se os noivos sabem que o buffet cobra R$ 80 por pessoa e que poderão gastar até R$ 10 mil com esse item, a lista pode ter até 125 pessoas. Por isso as festas estão cada vez menores.
4. Precisa convidar todos os colegas de trabalho?
Só quem já casou sabe quanto custa um convidado a mais na lista. E muitas vezes, não se trata de apenas mais uma pessoa, mas do clássico “um vira dois”, contando que o colega vai levar a mulher, namorada ou outro acompanhante. Ou seja, gasto dobrado. Mário diz que não é preciso convidar todos os colegas de trabalho. Panelinhas estão totalmente descartadas. Ou convide todo mundo ou não chame ninguém.
5. Os amigos dos pais
Existe uma regra bem prática que ajuda a orientar principalmente a seleção de convidados das famílias dos noivos. Divida o total do número de convidados em três partes: 50% fica para os noivos e 25% para cada família. Converse com os pais e explique os critérios, especialmente o da afetividade.
6. Ex-mulher ou ex-marido
Eis uma situação delicada. Se há sentimentos mal-resolvidos, o risco de uma saia justa é evidente. O convite só deve ser feito caso exista uma relação amigável. Do contrário, marque outro dia para receber essas pessoas, de preferência após o casamento.
7. Amigos da adolescência
Se esses amigos ainda fazem parte da vida dos noivos, podem ser convidados. Porém, se for apenas uma referência do passado, não precisa. O mesmo vale para aquelas pessoas que os noivos não veem há um ou mais anos.

Espero que fique menos complicado a partir de agora.

Beijoocas e uma ótima semana!!



3 comentários:

  1. Realmente a lista é uma etapa muito dificil!
    Fizemos a primeira lista faltando quase 2 anos pro casamento e só esse mês conseguimos resolver esse pequeno grande detalhe rs
    Mas vai devagarzinho que no fim tudo se resolve

    Bjus

    Taty

    ResponderExcluir

Obrigada meu amores pela visita ! ;)